Operação Pecado Capital: @rychardsonmb recusou-se a responder perguntas

14 de setembro de 2012


A expectativa pelo depoimento do ex-diretor do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem/RN), Rychardson de Macedo, apontado pelo MP como o mentor de um suposto esquema de desvios de recursos públicos no período que foi diretor da autarquia, acabou frustrada no início da tarde de ontem (13).

Da mesma forma que seu irmão, Rychardson também se negou a responder qualquer pergunta do juiz da 2ª Vara Federal, Walter Nunes, e dos promotores de justiça.

Segundo o magistrado, esse é um direito constitucional dele e isso não causa uma prévia interpretação de admissão de culpa.

Entretanto, diferente de Rhandson, de Adriano Nogueira e Aécio Fernandes, que se negaram a responder perguntas durante as fases do processo, o ex-diretor disse que após a conclusão da perícia contábil em suas empresas, caso ele considere necessário, poderia responder aos questionamentos, e saiu da sala de audiência da 2ª Vara Federal sem falar com ninguém da imprensa.

Durante toda a manhã (13) apenas três dos sete denunciados pelo Ministério Público foram ouvidos pelo juíz da 2ª Vara Federal, Walter Nunes.

Daniel Vale e Acácio Forte responderam as perguntas do magistrado, contudo se negaram a responder aos questionamentos dos representantes do Ministério Público. O empresário Jefferson Witame respondeu a todos, encerrando os interrogatórios.

0 comentários:

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions