#RevoltadoBusao: Sesed classifica protestos como legítimos e acredita em infiltrados

19 de setembro de 2012

O relato da PM, segundo a Tribuna do Norte, tem uma inverdade: manifestantes foram presos pela PRF, a pedido da PM, no Natal Shopping. Entre eles, a Dra. Sandra Erickson.

http://tribuna.mobi/noticia/policia-analisara-imagens-de-cameras-para-identificar-responsaveis-por-incendio/231964

Em coletiva dada à imprensa no fim da manhã de hoje (19) líderes das polícias Militar, Civil, Rodoviária Federal, além do secretário da Secretaria Estadual de Segurança e Defesa Social (Sesed) e do secretário municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes), Carlos Paiva, falaram das medidas a serem tomadas a relação ao protesto de ontem. O comandante do policiamento da capital da Polícia Civil, Cristian Medeiros, disse que as investigações para identificar os líderes e autores dos delitos utilizarão as câmeras de segurança do Ciosp, instaladas nas avenidas Bernardo vieira e salgado Filho e no shopping Midway, além do Núcleo de Operações Cibernéticas da Polícia Civil, que observará redes sociais como Facebook e Twitter.

"O monitoramento online será feito pois é o ambiente que começam as incitações a esse tipo de crime", disse Cristian Medeiros, que acredita na existência de infiltrações no movimento estudantil, considerado lícito, fazendo com que o movimento por completo saia de controle.

De acordo com Aldair Rocha, secretário da Sesed, a manifestação coemçou por volta das 18h, com aproximadamente mil pessoas. "A princípio o movimento estava normal", disse o secretário, lembrando que este é o quinto movimento estudantil deste ano sobre este assunto.

Porém, quando os manifestantes invadiram a BR-101 a Polícia rodoviária Federal (PRF) começou a atuar, usando megafones, para retirar as pessoas da BR, como determinou a 4ª vara da Justiça Federal, que impediu manifestações na BR, impedindo a violação do direito de ir e vir dos demais cidadãos que não participavam do protesto, disse o secretário.

De acordo com a Polícia Militar, a desordem começou nas imediações do Midway, resultando na detenção de 4 adultos e 4 adolescentes. Desses, apenas um adulto ficou detido. Felipe Eduardo Oliveira Serrano, 26 anos, foi preso e levado para o Centro de Detenção Provisória da Cidade da Esperança, por ser identificado como o responsável por atear fogo em um ônibus na Bernardo Vieira.

Além desse ônibus que foi queimado, foram danificados também um pneud e ônibus, na Prudente de Morais, que impediu a continuação do trajeto e um ônibus que estava estacionado no terminal, no bairro Nordeste. A polícia disse ainda que duas viaturas e duas motos da PRF sofreram danos físicos. Ainda de acordo com as informações da coletiva, dois policiais militares ficaram feridos após o confronto.

"Eles [os policiais] fizeram uso da força a medida que as ações começaram a se tornar violenta", disse Coronel Araújo, comandante da Polícia Militar no RN. Essa ação foi justificada com a portaria nº 4.226/2010, que autoriza o uso progressivo da força em ações policiais.

0 comentários:

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions