A execução pública de Karina Veiga: o que te define?

29 de novembro de 2012

Daqui: http://domistecofernandel.blogspot.com.br/2012/11/o-que-te-define.html

O enredo é antigo e batido: ocorre a traição e o ser traído, para se vingar, arma alguma situação constrangedora para o traidor. Mil livros, filmes e músicas sobre o tema perambulam pela terra meio sem rumo, bastando escolher o que mais nos agrada... E apesar de ser enredo de ficção, venhamos e convenhamos, não é nada tão distante da nossa realidade: quem aqui não conhece ao menos uma história, ou não viveu algo parecido com isso. Normal que seja assim. O problema é quando essa dita situação constrangedora deixa de ser somente uma simples situação constrangedora e passa a ser crime - e, pior, acaba revelando facetas negras da nossa personalidade e do entendimento comum que temos das coisas. Vamos ao fato: menina trai o namorado; namorado resolve se vingar e lembra, oportunamente, que num belo dia haviam transado e resolveram fazer umas fotos de lembrança, um souvenir inocente de um momento agradável para os dois. As fotos estão ali, bem ao alcance das mãos - e de repente a vingança boba, a lição de moral quase um tapinha na mão da criança tola se torna um ato de ódio indizível. A menina tem 16 anos, mesma idade do namorado traído, ambos moradores do Amapá, e a forma de divulgação do "susto" foi um perfil falso no Facebook. Foram 25 fotos que tive o desprazer de ver, 25 imagens ali estampadas e mais um vídeo, cada uma delas com vários compartilhamentos e mais de 800 comentários... O que vi foi praticamente um linchamento público que me tirou o sono (vide horário desta postagem). E como tudo mais, não demorou nada para o perfil falso cair no Twitter - onde logo se tornou o assunto mais comentado do planeta. Isso mesmo: as fotos do momento íntimo do casal, assim como a briga toda, rodaram o mundo em poucos minutos e fizeram história. É caso de polícia - e a polícia tem como encontrar responsáveis e impor, ao final, junto com o judiciário, alguma punição... Não deve ser muito, o papo de sempre de "menor potencial ofensivo", Juizados, serviço ou cestas básicas, mas ao menos será uma punição. Punida mesmo restou a menina, vítima de tudo de ruim e de pequeno que povoa a cabeça do brasileiro médio: não foram poucos os comentários chamando-a de puta, vagabunda e outros tantos adjetivos desonrosos. Montagens foram feitas, comunidades foram criadas e uma vida normal foi praticamente paralisada. Contra o menino traído foram poucas as vozes. As que ousaram acabaram sendo taxadas de idiotas, otárias ou sem graça. "Não sabiam brincar", diziam alguns. "É triste, mas estamos somente nos divertindo, nos deixem em paz", disseram outros. E no meio disto tudo surgiram milhares de tuites mencionando o nome da adolescente, inclusive com divulgação de seus telefones e endereço. E o que mais me chocou foram as mulheres... Num mundo firmemente machista, triste ver outras mulheres dizendo o que diziam. De vagabunda para baixo, certeza quase unânime de que "ela fez por merecer" - "afinal, quem manda trair?" Teve mesmo uma que disse: "E quem defende essa puta também defende traição". Num momento eu postei a seguinte mensagem: O que te define é o que você faz quando ninguém está vendo. Nisto me respondeu um seguidor: "isso também vale para a menina". Ou seja: para uns a menina teve culpa, claro! Foi puta, estava transando, estava fazendo sexo com o namorado, coisa de puta, sabem? Porque mulher mesmo, dessas honestas, não faz nada disso... Mulher honesta, entre quatro paredes, só reza. Quem transa mesmo é puta - e transar com o namorado te define assim. E machismo idiota é achar que ela teve culpa de algo, ou por ter transado, ou por ter confiado no menino. Entendam: ela não pode e nem deve ser definida por algo que fez quando ninguém via - o que ela fez foi transar e confiar. Ele sim, sem dúvida, deve e será definido por algo que fez quando ninguém via - afinal de contas, ser mau-caráter, em qualquer situação, sempre te definirá como sendo mau-caráter.
P.s.: só um adendo (feito uns minutos após a publicação do texto) - já tem gente, e não são poucos, apostando no suicídio da menina. Apostas feitas, apostas encerradas.

13 comentários:

MARCIAOZINHO disse...

Achei digno ! ótimo texto!

Ju Cunha disse...

Fui dar um google para entender o caso e cai neste texto. Hoje teve até uma discussão no escritório sobre o caso, dois imbecis dizendo que era bem-feito pra moça, que mereceu, que trair é humilhante, coisa de piranha. Logo me alterei com este pensamento. Acho sim que aqui se faz aqui se paga, hoje vc trai e magoa alguém, amanhã será vc a ser magoado. Agora, esse pensamento medíocre que acha que a reação deste ex-namorado otário é justificável é revoltante demais. Pessoas que querem dominar as outras, que tratam como posse seus parceiros, e que ainda se sentem no direito de tornar público um momento íntimo! Cambada de putos, cabeças de merda!
Seu texto está brilhante!

Lilly Rose disse...

Ambos estão errados. Ela está sendo mais julgada, acredito eu, não por estar transando, mas por ser meio "cabeça oca" e se deixar filmar, tendo apenas 16 anos, e tendo em vista que a maioria dos namoros com essa idade, não passam de alguns meses.Isso sendo totalmente otimista.
Ela errou aos trair, ele por se vingar.E em um mundo virtualmente ativo,fazer esses tipos de coisas, exigem a total confiança no relacionamento.E não em um "namorico".

Ramon Neurose disse...

O melhor texto que já li sobre o caso até agora. Acompanhei na internet durante a madrugada e o que mais me decepcionava era os comentários machistas em torno da garota. Ela foi taxada e rotulada de tudo que era nome, mas, como diz G. O Pensador na música "Rabo de Saia", "o que é um exemplo pros meninos, pras meninas é uma indecência..."
Independente do erro cometido por ela, a atitude dele é de um covarde. Mais covarde ainda são os hipócritas que escracharam a garota. Muitos desses são os que participam de comunidades falando de "revolução" e blá blá blá.

Mas, relacionado ao final do texto, quando você diz: "á tem gente, e não são poucos, apostando no suicídio da menina. Apostas feitas, apostas encerradas."

Ela suicidou-se?
Pergunto isso porque ao visitar o perfil dela, vi uma publicação com uma foto de uma lâmina, comprimidos e um cigarro e com uma frase do tipo: "já tentei de tudo, mas já sei qual é a solução".


Unknown disse...

É isso aí...infelizmente nosso mundão está desse jeito totalmente desvirtuado.E isso, infelizmente, é só o começo!!Abraço!!

Vivi Cunha disse...

Ótimo texto. Impressiona-me ver mulheres tão machistas a ponto de condenar a garota, muitas vezes elas chegam a ser piores que os homens. Também me pergunto por que ela é safada se estava trasando com o namorado? Então quer dizer que todas as mulheres que transam com o namorado são safadas? Se a resposta for sim, as namoradas desses caras preconceituosos tbm são. Se tem algum culpado foi esse garoto que publicou o vídeo e ele sim merecia ser condenado. Pergunto- me por que ela foi acusada de traição, por acaso eram casados???? Não defendo quem trai pois magoar alguém não deve ser bom, mas eles são jovens não devem se prender desta forma. Vc escreveu muito bem sobre isso. Parabéns pelo texto. Espero que essa jovem esteja bem.

Paulo Andrade disse...

Bem, eu estou usando o perfil do meu esposo... afinal... acho quem ambos temos pensamentos iguais a situação.

O mundo tem a capacidade de criticar e achar um absurdo o que o Talibã faz, mas me parece que esse pensamento torto e sem logica há em cada um de nós, não sabia sobre o assunto e meu esposo me passou a situação e achou um absurdo julgarem sem ao menos saber a verdade, existem varias coisas... quem sabe ele não há traiu primeiro e ela quis se vingar, quem sabe ele SÓ achou que ela havia o traido, afinal seriam adolescentes e quantos levam a fé o que os outros lhe digam, quem sabe foi um hacker que invadiu o computador deles e decidiu fazer isso, alguém que a odeia... e tal... existem tantas pessoas... mas as pessoas querem xingar, querem jogar pedras e levar a morte social, emocional e até a fisica de alguém que nem sabe nada da vida.
O que são 16 anos? Alguém que a 5 anos atras estava com 11... que tem pouco maturidade em deixar tirar fotos de um momento que ela se entregou.
Uma sociedade machista, sem piedade, sem respeito a vida alheia é assim... tenho vergonha de ser humana.

Lua Pacheco.

Mari Bola disse...

Daniel, fiquei feliz de visitar o seu blog e ver que existem homens dignos e sensatos neste mundo.
A questão aqui nem é mais a traição, mas sim a humilhação que essa MENINA está passando...se foi traído e está magoado, termine o relacionamento e procure uma nova paixão, pronto, o traidor já terá a lição que merece...mas um 'linchamento' como esse é um absurdo.
O que esse indivíduo fez é um crime e merece punição. O nome dela tem milhares de citações no google, mas e o nome desse cretino? Onde está?

João Gabriel disse...

O grande problema é que as pessoas tem sempre a obrigação de escolher um lado. Uns julgam o namorado por ter sido um cafajeste, mal caráter e outros julgam a menina por ter permitido ser filmada, sendo isso atitude de puta e tal. Ninguém pensa que para o namorado o que ela fez foi o suficientemente justificável para a atitude que ele tomou. O que é digno ou não de vingança só a pessoa que foi traída pode saber. Matar, bater, humilhar,.., só ele pode saber. Não como homem crescido numa sociedade machista, e sim como ser humano, que tem sentimentos de dor, de vingança e de cólera. Lógico que sofrendo a consequência dos seus próprios atos. O machismo entra quando a sabemos que as pessoa não veriam nada demais se fosse ela que tivesse divulgado um vídeo dele pelado se masturbando, não iriam ligar por ali estar um homem. Mas como é uma mulher é coisa de puta e mulher nenhuma deveria se submeter a isso. Talvez se a sociedade encarasse isso de forma igual para os 2 sexos, não teria esse repercussão toda, mas infelizmente não é assim que funciona. De fato os 2 erraram, ao meu ver. (Se é que a história contada é verdadeira). Mas não cabe a ninguém ficar quantificando isso, a não ser os próprios envolvidos.

Isaac disse...

Parabéns! Ótimo texto.

mayara disse...

na minha opinião ele perdeu a razão no momento que postou os videos e fotos que eles filmaram em um momento de cumplicidade entre os dois oks ela traio ele ! é o que dizem por que não sabe se realmente ela fez isso,ninguém sabe o lado dela da historia, do jeito que esse cara ágio em um momento de ira imagine como devia ser a relação deles,homem que acha que pode tudo sem medir as consequências ou talvez só por pura imaturidade. espero que ele vá para cadeia por que trair todo mundo já pensou ou já fez ou ira fazer um dia isso é do ser humano alguns controlam outros não agora denegrir a imagem de uma pessoa perante a sociedade humilhar la publicamente isso é um crime ele vai se recuperar de uma traição vai arrumar outra namorada e essa garota vai ficar como a que da pra todo mundo a galinha só por que ela transou com o namorado e transou com uma outra pessoa ... agora todos somos santos quanta hipocrisia.
uma pergunta o que define o caráter de uma pessoa?

japa[sccp] disse...

esse caso não aconteceu no Amapá, foi em União da Vitória município do interior do Paraná e as fotos e videos foram postados no próprio perfil da garota pelo seu ex namorado que tinha o login e senha...

Arifla disse...

Cara muito bem escrito o seu comentário, agora se um vagabundo desses faz uma coisa dessas com alguma filha minha, eu contrato um cavalo para comer o patife e coloco na internet também.

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions