Das profecias da Borboleta

31 de dezembro de 2012

Em 2008, poucas semanas depois da eleição, fui ao Buraco da Catita em uma noite de sexta.
A deputada federal Fátima Bezerra (PT), há pouco derrotada por Micarla de Sousa (PV), também estava lá.
Lembro de ter pensado como seria diferente se Fátima fosse a prefeita eleita.  Dias antes havia encontrado Jean Valério, nomeado secretário de comunicação de Micarla e agora acusado na Operação Assepsia, saindo de uma Brooksfield.  Dizia Jean que estava comprando seu terno de posse.
Fátima estava ali, na Catita, de camiseta e calça jeans, naquela sua típica simplicidade.  O contraste, para mim, com a cena que vira no shopping era chocante.
Próxima à Fátima havia uma parede pichada: "Natal não é um programa de televisão", slogan citado na campanha eleitoral indicando o risco de elegermos a histriônica Micarla de Sousa.
Aquela cena parece, agora, profética, quatro anos depois.
Se você quiser saber o que eu já antevia sobre a gestão Micarla, no tempo em que assinava como Caçador de Borboletas, basta clicar aqui e aqui.

0 comentários:

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions