Polícia Federal cita a Lista do Mourão no relatório do Mensalão Tucano

3 de janeiro de 2013

Continuam a reafirmar que a "Lista de Furnas"é falsa, não é?
O relatório da PF sobre o Mensalão Tucano afirma o contrário:

Não é possível precisar o total gasto na campanha de reeleição do candidato do PSDB ao Governo de Minas Gerais no ano de 1998, mas pode-se afirmar que o montante superou em muito o valor de R$ 8.555.878,97 declarados oficialmente à Justiça Eleitoral, conforme prestação de contas constante às fls. 1096/1145 dos autos.
Um demonstrativo do poder econômico do grupo político comandado por EDUARDO AZEREDO foi obtido através do documento apreendido intitulado “RESUMO DA MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA OCORRIDO NO ANO DE 1988 NA CAMPANHA PARA REELEIÇÃO AO GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS PELO ATUAL SENADOR DA REPÚBLICA, SR. EDUARDO BRANDÃO DE AZEREDO E DO ATUAL VICE-GOVERNADOR, SR. CLÉSIO SOARES DE ANDRADE. ELEIÇÃO DE 1998 – HISTÓRICO”, também conhecido como “LISTA DO MOURÃO”, apresentado à Polícia Federal pelo controverso NILTON MONTEIRO.
E agora Noblat?
Quando será o julgamento?

0 comentários:

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions