Pelo twitter, promotor esclarece que interceptação oficial prescinde de grampo local

3 de janeiro de 2013

O ex-procurador-geral de Justiça, José Augusto Peres Filho, pelo twitter esclareceu que a interceptação telefônica feita com autorização judicial não necessita mais do uso de grampos locais.
"A interceptação telefônica oficial no RN, há vários anos, não precisa mais do 'grampo' no local. Deve ter sido algum 'amigo', disse Peres sobre o grampo que o técnico da GVT descobriu em meu telefone ontem.
"Pode ser também que a sua internet estivesse grampeada, já que não funcionava a contento", completou.

0 comentários:

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions