Vereadora é presa por forjar próprio sequestro no Paraná

3 de janeiro de 2013

No G1

No Paraná, a polícia esclareceu o caso da vereadora que sumiu depois de tomar posse em Ponta Grossa. De acordo com as investigações, tudo não passou de uma grande farsa.

O delegado responsável disse que a vereadora Ana Maria Holleben, do PT, forjou o próprio sequestro por motivação política, para adiar a votação para a presidência da Câmara Municipal de Ponta Grossa.

Ela foi presa com mais três pessoas. Ela, por falsa comunicação de crime, fraude processual e formação de quadrilha. Um motorista e o irmão dele por produzir falsas provas de crime, e a mulher do motorista por saber da farsa e não comunicar o crime à polícia.

A vereadora surpreendeu a todos no fim da tarde de quarta-feira (2) ao aparecer em um hospital de Ponta Grossa, onde continua internada sob escolta policial. Ela está com crise de hipertensão.

Uma quinta pessoa é procurada por envolvimento no caso.

0 comentários:

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions