Jornalistas preparam vazamento sobre paraísos fiscais

26 de março de 2013

Por Fernando Rodrigues

Divulgação começará em 4 de abril às 16h05 de Brasília.

ICIJ é uma grupo internacional de jornalistas investigativos.


O ICIJ (sigla em inglês para Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos) divulgará a partir de 4.abr.2013 documentos do maior vazamento da história sobre dinheiro escondido em paraísos fiscais. A publicação continuará por cerca de 10 dias, segundo o grupo.

A investigação tem base em 2,5 milhões de registros sobre transações financeiras nas offshores (que são os paraísos fiscais, locais que permitem contas anônimas e fuga do fisco). Os dados, anunciou o ICIJ, expõem homens poderosos, políticos e ricaços. Entre os personagens das reportagens estarão o governo do Irã, amigos do presidente Robert Mugabe (do Zimbábue), autoridades russas e alguns dos bancos mais importantes do mundo.

Uma das reportagens falará sobre a morte do auditor russo Sergei Magnitsky em uma prisão de Moscou. O caso provocou oposição de grupos de direitos humanos ao governo da Rússia e até hoje não está esclarecido. Antes de ser preso, Magnitsky prestava serviço para a empresa Hermitage. Seus achados podiam levar a crer que o governo havia alterado registros da companhia para prejudicá-la e contado com apoio de criminosos.

Outra história será sobre a Portcullis TrustNet, empresa que, segundo o ICIJ, descreve a si mesma como a maior operadora offshore da Ásia. O vazamento deverá mostrar que a Portcullis vende segredos para cientes de mais de 140 países, incluindo amigos de ditadores, políticos, mercenários e super-ricos.

O material incluirá ainda análise sobre o significado do vazamento dos documentos e infográfico para compreender os modos de operação nos paraísos fiscais. Tudo estará disponível a partir de 4 de abril, às 16h05 de Brasília, no site do ICIJ.

0 comentários:

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions