Prefeitura assume projeto para plantar duzentos mil árvores

18 de março de 2013

Amanhã, o professor Roberio Paulino, candidato a prefeito pelo PSOL ano passado, estará amanhã na Câmara Municipal com seus alunos de gestão público.
Ali poderá defender o projeto de parceria com a prefeitura para plantio de duzentos mil árvores nos próximos anos.
Cada árvore plantada custará R$ 10 (ou seja, dois milhões de reais no total). O dinheiro sairá da prefeitura e entrará na UFRN por meio da Funpec.
O projeto será conduzido por Robério - que se coloca como parte da nova esquerda que integra a política social ao ambientalismo.
A minha dúvida é saber se o projeto terá condições de plantar tantas as árvores. Seriam mais de 130 plantas por dia.
É possível?

1 comentários:

Patrick disse...

O grande inimigo da arborização de Natal se chama Cosern. A Semurb inclusive tem um Manual de Arborização (PDF) orientando a só plantar árvores de pequeno porte sob a fiação (como se, nas nossas minúsculas calçadas, houvesse espaço suficiente para desviá-las da fiação). Basta treinarmos a nossa visão: onde houver fiação, não há sombra de árvores. Com isso sofre o pedestre, que tem uma cidade com um clima potencialmente perfeito para caminhar (basta caminhar pelos trechos arborizados da Junqueira Aires ou da Jundiaí para confirmar), mas que sofre com insolação. O natalense merecia ruas como a Gonçalo de Carvalho, em Porto Alegre.

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions