Síria: agrava-se a situação

26 de abril de 2013

26/4/2013, MK Bhadrakumar, Indian Punchline
http://blogs.rediff.com/mkbhadrakumar/2013/04/26/a-turning-point-in-syria/
Traduzido pelo Coletivo Vila Vudu



A questão síria sofreu mudança significativa, depois dos últimos pronunciamentos dos EUA, de que teriam sido usadas armas químicas nos confrontos. A declaração dramática feita pelo secretário de Defesa Chuck Hagel ontem, 5ª-feira, durante visita a Abu Dhabi,[1] e que desdiz o que ele próprio dissera no início da semana, somada à carta que a Casa Branca enviou ao senador John McCain,[2] podem ter mudado, da noite para o dia e para pior, o quadro na Síria.

Segundo o que disseram os norte-americanos, o regime sírio teria cruzado a ‘linha vermelha’ que, nas palavras do presidente Barack Obama, dispararia a intervenção ocidental. O senador McCain imediatamente exigiu que os EUA passem a fornecer armas aos rebeldes sírios.[3] Apesar de a carta da Casa Branca ainda repetir que é preciso esperar confirmações de fontes da inteligência dos EUA, não há dúvidas de que aumentam as pressões para que Obama “faça mais” na Síria.

Não há dúvidas de que é novidade e ponto de virada. Não se pode esquecer que essa virada na posição dos EUA acontece imediatamente depois da reunião de ministros de Relações Exteriores da OTAN em Bruxelas, na qual a Síria foi o principal item da agenda. O secretário de Estado John Kerry disse diretamente que a OTAN prepare-se para responder.[4]

Significativamente, Israel[5] e Grã-Bretanha[6] também acusaram o regime sírio de ter usado armas químicas. A declaração de Israel coincidiu com a visita de Hagel a Telavive. Tudo isso sugere um alto grau de coordenação entre EUA, Grã-Bretanha e Israel, que explica essas declarações simultâneas.

Rússia e China serão pressionadas para que desistam e permitam que a ONU inicie processo de investigação. O secretário-geral Ban Ki-Moon já disse que a ONU prepara-se para acusar a Síria por uso de armas de destruição em massa,[7] o que, é claro, pode ser o primeiro passo rumo a uma arriscada intervenção na Síria – que muito provavelmente terá consequências tão daninhas e perigosas quanto a intervenção no Iraque.
_____________

[1] http://www.nytimes.com/2013/04/26/us/chuck-hagels-statement-on-syria.html?_r=0

[2] http://www.huffingtonpost.com/2013/04/25/white-house-letter-syria-senators_n_3156099.html?view=print&comm_ref=false

[3] http://www.bbc.co.uk/news/world-22300808

[4] http://www.reuters.com/article/2013/04/23/us-syria-crisis-kerry-idUSBRE93M0KW20130423

[5] http://abcnews.go.com/blogs/headlines/2013/04/israel-accuses-syria-of-using-chemical-weapons-probably-sarin/

[6] http://uk.reuters.com/article/2013/04/25/uk-britain-syria-chemical-idUKBRE93O10C20130425

[7] http://news.xinhuanet.com/english/world/2013-04/26/c_132340855.htm

0 comentários:

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions