#RevoltadoBusao:"Os oficiais recebem ordem pra gente quebrar os estudantes na porrada", diz policial

16 de maio de 2013

Por Zé Martins
No Facebook
Eu estava me deslocando para casa depois de ver um show de artistas maravilhosos, quando chego em determinado local, próximo de minha casa, encontro a rua interditada, estaciono o carro próximo a um restaurante e sento para capitar os acontecimentos. Era repressão da polícia para com os estudantes que estavam reivindicando contra aumento abusivo das passagens de ônibus. Na mesa ao lado tinha um jovem revoltadíssimo com a situação. Ele é policial e não concordava com o tratamento dos seus colegas para com a população, ouvi alguns trechos de sua revolta que me chamou atenção, leiam:

“... Eu não vou para uma operação dessa de jeito nenhum, os oficias recebem ordem pra gente quebrar os estudantes na porrada... e eles botam na cabeça da gente que os estudantes são baderneiro e afirmam: “pode baixar o cacete que eu assumo lembre-se que isso é uma ordem, entendido?” “Sim senhor!”... eu dou sempre uma desculpa, uma daquelas receitas de bolo, “tõ doente”, enfim faço qualquer coisa mais jamais irei pra rua baixar o cacete no estudante/na população até porque eles (a população) é quem pagam meu salário. Também sou estudante e sei, nós os estudantes estamos certos, não vou de jeito nenhum... queria que vocês vissem a lavagem cerebral que a gente se submete... não sei como os meus colegas não percebem que na verdade deveríamos mesmo era defender o povo e não esses políticos e empresários exploradores do povo...”

Como eu não podia ficar mais tempo ali, sai refletindo o que aquele soldado desabafava numa mesa de restaurante.

0 comentários:

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions