"A Copa das Confederações já tem seu campeão: o povo brasileiro em luta", diz APAC

17 de junho de 2013

No dia 10 de Dezembro de 2011, na Escola Municipal Profª. Francisca Ferreira, no Bom Pastor, Natal-RN, o Conselho Estadual de Direitos Humanos, o Comitê Popular da Copa Natal 2014, a Rede Nacional de Advogados Populares realizaram uma Assembléia Popular em comemoração a data Universal dos Direitos Humanos, oportunidade em que seria criada a Associação Potiguar dos Atingidos pelas Obras da Copa.
Então, a população do Bom Pastor, Lagoa Nova e Bairro Nordeste, residente ou comerciante das Av. Ind. Fco da Mota, Cap. Mor Gouveia ou na Felizardo Moura estavam com seus imóveis residenciais e comerciais ameaçados de desapropriação.
Durante todo o ano de 2012, travamos uma renhida disputa com o poder público municipal nos campos jurídico e político.
No segundo semestre, em parceria com o Comitê Jogos Limpos do Instituto Ethos, realizamos no Auditório do Ministério Público do RN, uma Audiência Pública com todos os candidatos à prefeito de Natal que firmaram documentos em favor do Esporte, da Transparência e contrários a Violações de Direitos Humanos nas obras da Copa.
No segundo turno, já nas vésperas da eleição, no Auditório da OAB , reunimos os dois candidatos restantes que ratificaram o compromisso assumidos no primeiro evento.
Após a posse do atual prefeito Carlos Eduardo Alves, fizemos uma série de reuniões com o seu staff e com o próprio que culminaram com a redefinição dos projetos de mobilidade, poupando os ameaçados da tortura da desapropriação.
Nenhum governo irá satisfazer a população senão sob contínua pressão. Povo em casa e sem lutar, é povo fadado a sofrer as limitações da nossa democracia e ingerência do capital organizado e perverso.
Fomos enxotados de eventos na Via Costeira onde distribuíamos notas críticas à organização da copa, fomos proibidos pelo governo do estado de assistir entrevista coletiva sobre as obras do Arena das Dunas, fomos expulsos da sala do secretário da SECOPA-RN , recebemos piadas de toda monta dos pistoleiros de aluguéis e fomos em frente, respeitando a diversidade do grupo e sabendo a vitória que queríamos conquistar: minimizar os prejuízos da Copa em Natal, de resto já derrotada quando a Prefeitura doou o Machadão ao Governo do estado que não vacilou em deitá-lo ao chão para construir outro por um custo cinco vezes maior que a sua reforma.
Quando o Brasil se levanta contra os exorbitantes custos dos estádios, os natalenses podem comemorar que não teremos mais as desapropriações que iriam infelicitar a vida de 429 famílias nos bairros já citados e estamos começando mai suma luta para impedir que a gastança tenha continuidade nas obras da Av. Roberto Freire, onde o Governo poderia resolver os gargalos da mobilidade com três intervenções a um custo de 57 Milhões, mas optou por gastar 221 Milhões em 4 km, ligando a avenida ao engarrafamento da BR e suas marginais.
O Comitê Popular da Copa Natal 2014, saúda os Comitês Coirmãos e lembra o poeta amazônico Thiago de Mello que canta "Quem sabe onde quer chegar / escolhe o caminho certo / e o jeito de caminhar"
A Copa das Confederações já tem seu campeão: o povo brasileiro em luta. 


COMITÊ POPULAR DA COPA NATAL 2014
APAC
CONSELHO ESTADUAL DE DIREITOS HUMANOS/RN

0 comentários:

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions