Para desqualificar vereador que criticou major em maio, PM divulga prisão de seu filho

29 de junho de 2013

Em 17 de maio publiquei o vídeo abaixo.  Nele o vereador Marcos do PSOL relata o episódio de violenta repressão policial que tinha ocorrido dois dias antes no protesto da #RevoltadoBusao.
Marcos denunciou que o major Marinho, então subcomandante do Bope e que atuou comandando a tropa naquele dia, dissera, entre outras coisas, que passaria por cima até da governadora.

Não parece ser por acaso, então, que o perfil oficial da PM do RN tenha, ontem, informado que o filho do vereador havia sido preso no novo protesto do movimento.
A PM não costuma informar a filiação de quem é preso e é filho da high-society potiguar.
A ação, nitidamente, foi uma vingança contra o vereador.
E ficou mais evidente quando a PM justificou que o perfil havia sido hackeado - como se um hacker tivesse a informação e, mais, o interesse de publicar algo assim para prejudicar Marcos.

Parece muito evidente a tentativa de vingança.  Ainda mais em se tomando em conta que parte da imprensa aproveitou-se do fato para agir na desqualificação do vereador.

0 comentários:

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions