"Tomara que apareçam médicos e médicas cubanas mortos por aí", diz usuária do Facebook

28 de agosto de 2013

Cintia Oliveira.

Talvez ela tenha sentido pena de Micheline Borges.
Talvez ela apenas revele o que se passa no âmago e no coração da classe média e médica brasileira.
Talvez Freud e Lacan possam explicar. Eu, angustiado, somente lamento que possa existir alguém que se expresse desse modo. Que deseje desse modo. 
Nossa ética parcial.
Aquele que quer mortos os que discordam de si.
Não tenho muitas palavras.
Somente as de Cintia, abaixo. Auto-explicativas.
Lamento. E só

1 comentários:

Pedro Carneiro (Gafanhotz) disse...

Mediquinhos preibóis brasileiros querem reclamar, mas trabalhar no SUS de madrugada ninguém quer né? ESSES SIM SÃO UMA VERGONHA!

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions