Segundo Datasus, presidente de federação dos médicos acumula 88h de trabalho semanal

2 de agosto de 2013

A pesquisa no Datasus foi da jornalista e professora da UFRN, Kênia Maia.

Corrobora com a denúncia apresentada há alguns dias por Ailton Medeiros - o presidente da Federação dos Médicos, voz contrária ao projeto Mais Médicos, segundo Ailton, é servidor da UFRN no Hospital Universitário Onofre Lopes, mas não aparece há tempos para trabalhar.

Geraldo não é servidor apenas no Onofre Lopes.


Segundo os dados do sistema do Ministério da Saúde, atualizados no último dia 26, ele acumula um total de 88h de serviços semanais em cinco diferentes vínculos, dois deles como servidor público:


No total, Geraldo acumula, além da função de Presidente da Federação Nacional de Medicina (Fenam):

- 40h da Secretaria Estadual de Saúde do RN
- 20h da Universidade Federal do Rio Grande do Norte
- 20h do Hospital Médico Cirúrgico
- 4h do Hospital Memorial
- 4h da Cooperativa dos Anestesiologistas do RN

A lei brasileira permite que o servidor público que não tenha dedicação exclusiva acumule vínculos com órgãos públicos ou entidades diferentes desde que pelo menos um deles seja como professor ou seja profissional de saúde.
Esse é o caso de Geraldo,  que acumula dois cargos de servidor público no limite de 60h (no governo do estado e no nível federal).  Mas ele não para por aí.  O total de horas pelas quais recebe é de 88h.  Será que ele dá conta?
De todo modo a acumulação pode ser considerada ilegal e representar motivo para demissão do cargo público - ou, no mínimo, a devolução dos salários recebidos indevidamente.
Geraldo pode estar insatisfeito por receber seus mais de cinco mil reais de salário somente do governo do estado mas isso não lhe autoriza, por sua vez, a desrespeitar a lei.
Como sempre disse: quando decidimos nos tornar servidores públicos, abrimos mão de nos tornarmos ricos.

0 comentários:

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions