Será que o novo Procurador Geral da República vai desengavetar o #Caixa2doDEMnoRN?

19 de setembro de 2013

Esta semana o comando da Procuradoria Geral da República trocou de mãos.  Saiu Roberto Gurgel e assumiu Rodrigo Janot.
Esta semana também foi marcada pelo fim de mais uma etapa do julgamento da Ação Penal 470, o Mensalão.

Os dois episódios me fizeram reascender a esperança de que o caso do #Caixa2doDEMnoRN, denunciado por este blog em maio do ano passado, possa sair de alguma gaveta onde foi escondido na Procuradoria Geral da República desde abril de 2009 - e cuja documentação eu mesmo reenviei à PGR em meados do ano passado.

Questionada desde o dia 28 de maio de 2012, a Assessoria de Imprensa da Procuradoria Geral da República nunca soube informar sobre o que foi feito do material enviado em 2009 pelo Ministério Público do RN.

Nele ouvem-se diversas conversas tratando do uso de Caixa 2 na campanha de Rosalba Ciarlini ao senado em 2006.  A principal voz ouvida é do primeiro-cavalheiro e secretário da Casa Civil, Carlos Augusto Rosado.

Nesta conversa, por exemplo, Carlos Augusto chama Jurandir Marinho de bêbado e diz a Galbi que tem "um dinheirinho" para mandar para Ricardo Motta e Gersane Marinho. Para o atual presidente da Assembleia Legislativa, são R$ 42 mil.



Em outra conversa, Carlos Augusto e Galbi conversam sobre dinheiro que iria para Edivan Martins, atual presidente da Câmara Municipal de Natal, e para Renato Dantas, ex-vereador na cidade.  Esse dinheiro circularia por duas contas pessoais de Galbi.  Para Renato, R$ 25 mil.  Para Edivan, R$ 12,5 mil.



Um último exemplo do comportamento republicano do novo chefe da Casa Civil se dá nessa conversa com uma funcionária do comitê eleitoral.  No diálogo, Carlos Augusto Rosado esclarece que um depósito de R$ 100 mil fora realizado na conta de campanha do irmão, o deputado federal Betinho Rosado (DEM). Carlos esclarece que o dinheiro não é de Betinho, mas de Rosalba.  Em várias ligações posteriores, Carlos e Galbi articulam o esquema de recibos e notas frias para justificar a retirada do dinheiro da conta de Betinho.



Relembre parte da história na linha do tempo abaixo:

5 de setembro a 26 de outubro de 2006 - O telefone celular de Francisco Galbi Saldanha é inteceptado com autorização judicial no contexto de uma investigação em Campo Grande (RN). Em 42 conversas aparecem claramente diversas evidências de crimes eleitorais cometidos pelo PFL na campanha eleitoral: Caixa 2, compra de apoios políticos, compra de votos, uso de notas frias e falsos recibos.

2009 - com o fim da investigação principal, o Ministério Público estadual encaminha os áudios e relatórios do #Caixa2doDEMnoRN para o Ministério Público eleitoral no RN e para a Procuradoria Geral Eleitoral, no âmbito da Procuradoria Geral da República. O envio à PGR tem a ver com o fato de que se trata de personagens com foro de prerrogativa, o MPE também encaminha o material para a PGR. Estão envolvidos a então senadora Rosalba Ciarlini (DEM), o senador José Agripino (DEM) e o deputado federal Betinho Rosado (DEM).

31 de março de 2009 - Data em que o Ministério Público eleitoral do RN recebeu o material encaminhado pelo MP-RN. 
08 de abril de 2009 - Data em que a Procuradoria Geral Eleitoral, no âmbito da PGR, recebeu o material encaminhado pelo MP-RN 
21 de maio de 2012 - Recebo os áudios da investigação e publico os primeiros deles.

De imediato, o Blog do Barbosa deu ampla cobertura ao caso.22 de maio de 2012 - O Jornal de Hoje publica a primeira de uma série de reportagens sobre o tema. O Portal No Minuto também cita o caso.

24 de maio de 2012 - O Ministério Público do RN emite nota de esclarecimento em que relata a investigação em questão e o envio das provas coletadas aos órgãos ministeriais adequados.

25 de maio de 2012 - Repórter Chico de Gois, da sucursal de O globo em Brasília, entra em contato interessado na pauta. A pauta foi derrubada, dias depois, após interferência do deputado federal Henrique Alves (PMDB), após pedido de Carlos Augusto Rosado, principal voz nas conversas gravadas.

27 de maio de 2012 - São publicados os últimos áudios dentre os 42 recebidos no início da semana.

28 de maio de 2012 - MPF no RN informa que material recebido do Ministério Público do RN foi encaminhado à Procuradoria Geral da República. Primeiro contato com a Procuradoria Geral da República em busca de informações sobre o que foi feito da investigação, recebida em 2009. Até hoje, a PGR não conseguiu responder.

30 de maio de 2012 - Realizado tuitaço com a hashtag #Caixa2doDEMnoRN, que permaneceu cerca de uma hora ininterrupta como mais citada do Twitter no Brasil. Nesse dia, o Blog do Miro divulgou os áudios.

7 de junho de 2012 - O #Caixa2doDEMnoRN é publicado com destaque pelo blog Vi o Mundo, de Luiz Carlos Azenha. No mesmo dia, é publicado pelo blog da Maria Fro, de Conceição Oliveira.

9 de junho de 2012 - Primeira publicação do caso no blog Conversa Afiada, de Paulo Henrique Amorim.

13 de junho de 2012 - A Tribuna do Norte fala, pela primeira vez, sobre o assunto. A colunista Eliana Lima publica entrevista com o Procurador Geral de Justiça, Manoel Onofre Neto, sobre o tema. Onofre reitera conteúdo da nota publicada em 24 de maio.

Nesse dia o processo que cuida das interceptações telefônicas no âmbito da justiça estadual foi reativado e foi apresentada uma petição, cujo teor não é conhecido.

14 de junho de 2012 - A secretária de comunicação da PGR informa que Roberto Gurgel, tendo fraturado o braço, está afastado por questão médica desde a semana anterior. Porém, Giselly Siqueira complementa a informação dizendo que ao questionar o PGR este lhe informou não se lembrar do caso. Mas ainda não havia resposta sobre o que foi feito da investigação no âmbito da Procuradoria Geral da República.

15 de junho de 2012 - O #Caixa2doDEMnoRN volta a ser assunto do Conversa Afiada, que desta vez enfatiza o fato de que o Procurador Geral da República, Roberto Gurgel, disse à sua secretária de comunicação que não se lembrava do caso.

18 de junho de 2012 - A governadora Rosalba Ciarlini (DEM) fala pela primeira vez sobre o caso ao ser perguntada sobre o assunto em entrevista ao vivo no Jornal 96, da FM96. Rosalba diz que as denúncias não são sérias pois, se fossem, seus adversários teriam interposto ação ainda em 2006. Suas contas de campanha foram aprovadas. Rosalba usa de uma falácia, uma vez que suas contas foram julgadas sem que o órgão ministerial e o TRE tivessem conhecimento dos áudios das investigações. Nem seus adversários sabiam, já que os áudios permaneceram desconhecidos até serem publicados no blog, mesmo sem estarem mais submetidos a segredo de justiça, segundo disse o MP.

21 de junho de 2012 - Um mês depois, continuamos sem resposta. E a sensação de que o crime no RN compensa. Ao menos para os poderosos, que tem o direito de não ser investigados conforme sua própria vontade.

23 de junho de 2012 - O Conversa Afiada de Paulo Henrique Amorim volta a destacar o #Caixa2doDEMnoRN, republicando post em que questionamos a falta de punição aos culpados.

25 de junho de 2012 - O Blog do Miro, de Altamiro Borges também voltou a falar sobre o #Caixa2doDEMnoRN, republicando também o post que havia sido publicado também pelo Conversa Afiada.
27 de junho de 2012 - Secretária de Comunicação da Procuradoria Geral da República deixa de atender ligações do blog. 
02 de julho de 2012 - MPF no RN corrige blog e informa que não há registro do recebimento da investigação do Ministério Público estadual que coletou áudios e relatórios sobre #Caixa2doDEMnoRN no âmbito do MPF no RN.  Talvez caso tenha corrido sigilosamente. 
No mesmo dia, a Fotec, projeto de extensão da UFRN, publica entrevista sobre o caso. 
06 de julho de 2012 - Apesar do #Caixa2doDEMnoRN a governadora Rosalba Ciarlini anuncia que mantém o interesse de ter o marido, Carlos Augusto Rosado, como secretário-chefe da Casa Civil.  Pretendia nomeá-lo na semana seguinte.
13 de julho de 2012 - O programa Papo Cabeça, apresentado por Duarte Carvalho na SimTV (afiliada da Rede TV), em entrevista com o titular do blog, discute o #Caixa2doDEMnoRN.
15 de julho de 2012 - Um blog "de olho no discurso" que incomoda: o blog do jornalista Carlos Santos reproduz a entrevista feita por Antonino Condorelli para a Fotec.  O Conversa Afiada, de Paulo Henrique Amorim, reproduz também o post de Carlos Santos.
24 de julho de 2012 - O Ministério Público ratifica que o sigilo dos áudios fora levantado pelo juiz da investigação principal após a denúncia dos envolvidos.  Ele também autorizou o compartilhamento com o Ministério Público Eleitoral no RN (que recebeu o material em 31 de março de 2009) e com a Procuradoria Geral Eleitoral, em Brasília (que recebeu o material em 08 de abril de 2009). 
26 de julho de 2012 -O Ministério Público Eleitoral encaminha nota explicando que foi aberto, em 2009, inquérito para investigar uma conversa entre o ex-prefeito de Campo Grande, Antônio Veras, e o deputado estadual Gustavo Carvalho. O caso foi arquivado em 2010. O áudio referido não foi divulgado e não fazia parte do pacote de 42 que o blog recebeu e publicou.
26 de outubro de 2012 - Após mais um telefonema à Assessoria de Imprensa da Procuradoria Geral da República, pela primeira vez o órgão retorna a ligação.  Ainda que para informar não haver qualquer novidade sobre o caso.

Você pode ouvir tudo nos links a seguir:



3) Gravações em 08 de setembro de 2006
4) Gravações em 15 de setembro de 2006 


7) Gravações em 03 de outubro de 2006
8) Gravações em 04 de outubro de 2006 

14) Gravações em 16 de outubro de 2006 

17) Gravações em 26 de outubro de 2006

0 comentários:

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions