TJ-BA contratou sem licitação empresa de Gilmar Mendes por R$ 12 milhões

7 de fevereiro de 2014

Por Paulo Henrique Amorim

Antes de ler a nova bomba do Nassif, leia aqui o “Guia para o impeachment do Gilmar“.

Ah, se o PT tivesse eleito pelo menos um, UM senador !

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA BAHIA CONTRATOU IDP, DE GILMAR, POR R$ 13 MILHÕES


Patricia Faermann

Jornal GGN – No dia 20 de abril de 2012, o Tribunal de Justiça da Bahia assinou um contrato no valor de R$ 10.520.754,54 com o Instituto Brasiliense de Direito Administrativo) de propriedade do Ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal). No dia 23 de outubro houve um aditamento no valor de R$ 2.446.057,00. No total, foram R$ 12.996.811,00.


O que consta no Diário do TJ-Bahia:

“DECLARAÇÃO DE INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 08/12*

Partes: O ESTADO DA BAHIA, por intermédio do TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA e INSTITUTO BRASILIENSE DE DIREITO PÚBLICO – IDP, inscrito no CNPJ sob o nº 02.474.172/0001-22. Objeto: Implementar as ações que integram a Matriz de Capacitação, objeto do Programa de Formação e Aperfeiçoamento dos Magistrados e dos Servidores da área finalística e da área meio. Valor: R$10.520.754,54 (dez milhões e quinhentos e vinte mil e setecentos e cinquenta e quatro reais e cinquenta e quatro centavos), autorizando, no presente exercício, o empenho no valor de R$9.243.262,84 (nove milhões e duzentos e quarenta e três mil e duzentos e sessenta e dois reais e oitenta e quatro centavos), que será atendido, pela Unidade Orçamentária 204.001, Unidade Gestora 292, Atividade 4556, Elemento de Despesa 33.90.39, Subelemento 39.13-6, Fonte 20 consoante PA. nº 18145/2012. Data: 20/04/2012.

Nesse período, o TJ Bahia já estava sob inspeção do CNJ (Conselho Nacional de Justiça). Da inspeção resultou a instauração de sindicâncias para apurar irregularidades na compra de imóveis e na falta de controle sobre os contratos.

No evento de lançamento da parceria, o Ministro Gilmar Mendes compareceu e levou consigo o então presidente do STF e do CNJ, Ministro Ayres Britto.

Navalha

Chora, Ataulfo, chora !

Paulo Henrique Amorim



Em tempo: de Eddie Lamas, no Facebook do Conversa Afiada:  Vocês não estão fazendo a comparação correta. O correto seria comparar os R$10 milhões do IDP Gilmar (com mais R$ 2 milhões aditivados “na faixa” –PHAcom o quase R$1 bilhão da Receita Federal contra a Globo. Neste caso, o TJ da Bahia está certo. É muito pouco pra considerar. Temos que manter a escala de delitos (“ato que constitua infração à lei estabelecida”, apud Houaiss – PHA)  em boa proporção, não é mesmo ? (Esse talvez seja o raciocínio do Dr Falcão, o Corregedor do CNJ – PHA)


Clique aqui para ler “Bomba ! Nassif revela “doações” a Gilmar”

Aqui para “Gilmar levou Ayres a evento suspeito”

Aqui para “Gilmar é o único certo no TJ da Bahia ?”

E aqui para “Gilmar: ah, se o Barbosa fosse o Barbosa”

0 comentários:

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions