Jornalista afirma que residência em Candelária é central dedistribuição de medicamentos clandestina

25 de setembro de 2014

O jornalista Ailton Medeiros foi ao Twitter nesta manhã com uma grave denúncia - que, segundo disse, já foi também apresentada ao Ministério Público. Ailton afirma que a casa de número 1352, da Rua Pedro David Filho, no bairro de Candelária em Natal, funcionaria como central de distribuição clandestina de medicamentos da coligação de Henrique Alves (PMDB) e Vilma de Faria (PSB).
"Há cerca de um ano a movimentação na casa é sempre a noite", diz o jornalista.  Da casa, "carrões entram e saem com vidros fechados", complementou.
As testemunhas ouvidas por Ailton Medeiros dizem que o nome de Henrique Alves é freqüentemente mencionado no imóvel.  Uma delas, tendo entrado no espaço, "viu prateleiras repletas de remédios". "Parecia uma farmácia", finalizou.
Como Ailton afirma ter encaminhado a denúncia ao MP, que pretenderia ouvir as testemunhas, cabe aguardar os desdobramentos da notícia.

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions