Dilma botou o bafômetro na cara de Aécio no debate do SBT

16 de outubro de 2014

Por Renato Rovai

bafômetro

O debate do SBT não foi tão folgado para a presidenta quanto o da TV Bandeirantes. Aécio estava mais preparado para os questionamentos, mas mesmo assim não teve como escapar da questão dos motivos que o levaram a não assoprar o bafômetro quando foi pego provavelmente embriagado no carro da Rádio Arco Iris e com a carteira de habilitação vencida.

Aécio tentou dizer que cometeu um erro e se arrependeu. Como se tivesse feito isso quando era adolescente. Mas na verdade isso foi ontem. E ele não assoprou porque sabia que havia cometido um crime ao dirigir bêbado.

A tática de Aécio para combater os questionamentos contra ele são a de jogar para uma campanha difamatória os questionamentos.

Aécio também não respondeu as perguntas sobre nepotismo. Ele empregou diversos parentes no seu governo, mas preferiu falar de sua irmã como se fosse uma madre Tereza de Calcutá que atendia pobres no estado. Até os paralelepípedos das calçadas de BH sabem qual era o papel de Andréa Neves no governo dele. Andréa controlava com mãos de ferro as verbas publicitárias. E é acusada por várias pessoas da imprensa de ligar para editores pedindo a cabeça de jornalistas.

Esse debate não deve mudar muito a situação da disputa, mas ela aumentará o fogo nas redes sociais. Essa campanha que já está altamente quente tende a virar um inferno.

Os dois próximos debates, na Record e na Globo, passam a ser ainda mais decisivos. Ao que parece, serão os debates que decidirão o novo presidente da República.

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions