E a Tribuna não desequilibra a campanha em favor de Henrique?

1 de outubro de 2014

Henrique Alves, candidato a governador pelo PMDB do RN, entrou com uma ação judicial inusitada: pediu ao TRE que casse o registro de candidatura de Robinson Faria (PSD) por abuso de poder.

De acordo com a ação, o PSD teria uma rede de fakes [três perfis, na verdade] têm o objetivo de “desequilibrar o pleito de 2014 em prol do candidato Robinson Faria”. 
A acusação parece denotar o desespero de um candidato que vê sua candidatura se esfarelar.
Inevitável lembrar que há dois dias a Folha de São Paulo acusou, com base num estudo da UFES, o candidato do PSDB à presidência, Aécio Neves, de usar uma rede de robots para conduzir a discussão pública sobre o debate da Record. Ninguém ventilou pedir sua cassação.
Mas, se três fakes constituem "abuso de poder" para "desequilibrar a disputa", o que dizer quando o principal jornal do estado, propriedade de Henrique Alves, faz campanha deliberada todos os dias em seu favor? O que dizer de tweets como esses?
Queria saber a opinião dos advogados do Acordão.

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions