O chororô pós-eleitoral e o resultado das urnas

28 de outubro de 2014


As impecrações dos “famosos”, termo bem brasileiro para cunhar pessoas que a relação entre inteligência e visibilidade nem sempre se coadunam, mais os reacionários de plantão e dos hipócritas com certo retardo mental, se tornaram “tema” das redes sociais, depois da eleição que deu vitória a Dilma.
O ódio exposto soma a tendência ao autoritarismo, o que põe por terra o discurso, falacioso é claro, que vivemos numa “ditadura”, como diz o retardado eleito pelo “inteligente” povo de São Paulo, o “coronel” Telhada (PSDB-SP). A democracia, pelo contrário, propicia, nesses momentos sabermos realmente quem é democrata ou não.
Mas, ao olharmos o mapa eleitoral divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), talvez um “antro petralha”, veremos que esse discurso belicoso é, como dizem os jovens, “sem noção”. Observemos dados bem simplórios.
1 – O Nordeste, que tem pouco mais de 56 milhões de habitantes (IBGE,2014), representa 27,7% da população do Brasil e 13,5% do PIB brasileiro (IBGE,2014);
2 – O Sudeste, tem mais de 85 milhões de habitantes, quase o dobro da do Nordeste, e suas riquezas representam 55,5% do PIB brasileiro;
3 – O Sul, com bolsões reacionários e racistas, tem 29 milhões de habitantes e 16,3% do PIB;
4 – O Centro-Oeste, campo do agronegócio e domínio dos ruralistas e dos parasitas do serviço público federal, tem 15 milhões de habitantes e 9,6% do PIB, com destaque para Brasília, que tem 4% do PIB.
5 – O Norte tem pouco mais de 17 milhões de habitantes e representa 5,4% do PIB do Brasil.
Bem, os votos dos ignorantes “invadiram” Minas Gerais, que se for pela opinião “de brincadeirinha” da vereadora Eleika Bezerra (PSDC), virará um grande lago, e o Rio de Janeiro e temos ai 34,0% do PIB. No total, os “burros”, “mendigos” e “ignorantes” contribuem com quase 40,0% do PIB brasileiro.
O fato inusitado é que nesses estados, Aécio Neves teve votos, ao contrário de Dilma que, pela lógica dos “inteligentes”, não teve nenhum voto no Sudeste, Sul e Centro-Oeste. Por essa “percepção” se um estado deu vitória a Aécio, é formado por doutos e, ao contrário, os que deram vitória a Dilma, são um chiqueiro de burros e mendigos.
Bem, São Paulo deu uma expressiva vitória a Aécio, com 64,0% dos votos, em meio a um desabastecimento provocado, segundo a ONU, pela incompetência do governo tucano que a governa a 20 anos. E Aécio é do....PSDB! Pasmém. Mas nesse caso os paulistas são “corretos” e “inteligentes”.
A Bahia, que vem crescendo a ritmo acelerado, visto que agora em 2014, enquanto o Brasil cresceu, no primeiro semestre, 0,5%, na terra de ACM Neto, o PIB baiano cresceu TRÊS VEZES mais, devido basicamente a agropecuária, petróleo e construção civil, todas ligadas a financiamento e investimentos públicos, e NADA relacionada a “bolsa-esmola”, deu 70% de votos a Dilma. Quem é o asno no quadro?
Os relincho dos muares, expressando sentimentos que se equiparam aos nazistas hitleristas, apaga das suas limitadas mentes que Dilma teve muitos votos nos estados “brancos e limpos” e até nas grandes propriedades dos ruralistas. Dilma teve boa votação no Rio Grande do Sul (47,0%).
Mas, já que vivemos em períodos de tensão pós-eleitoral, que tal compararmos os dados de 2010 e 2014 e vermos se a indignação dos fariseus tem sentido?
 RESULTADOS ELEITORAIS : 2010 E 2014 (ESTADOS QUE DERAM VITÓRIA A AÉCIO)
ESTADO
DILMA
AÉCIO
DILMA
SERRA
PARANÁ
39
61
44,5
55,4
SANTA CATARINA
35
65
43,4
56,6
RIO GRANDE DO SUL
47
53
49,1
50,9
SÃO PAULO
36
64
45,9
54,1
ESPÍRITO SANTO
46
54
49,1
50,9
MATO GROSSO DO SUL
44
56
44,9
55,1
MATO GROSSO
45
55
48,9
51,1
BRASILIA
38
62
52,8
47,2
GOIÁS
43
57
49,3
50,8
ACRE
36
64
30,3
69,7
RORAIMA
41
59
33,4
66,6
RONDÔNIA
55
45
47,4
52,6
FONTE : TSE
Bem, nota-se que manteve-se uma tendência da vitória tucana em estados que vencera em 2010. A única REVIRAVOLTA que houve foi em Rondônia, que tem 0,8% do eleitorado brasileiro. O caso de Brasília é bem claro, dado que os funcionários públicos federais de lá, não tem nenhuma simpatia por Dilma e a administração Agnelo Queiróz, do PT, foi muito ruim.
Ocorreram avanços na votação tucana quase todos os estados que ganharam em 2010, mas os mais relevantes foram em São Paulo, de 54,1% para 64,0% e Santa Catarina, de 56,6% para 65,0%.
  
RESULTADOS ELEITORAIS : 2010 E 2014 (ESTADOS QUE DERAM VITÓRIA A DILMA)
ESTADO
DILMA
AÉCIO
DILMA
SERRA
AMAZONAS
65
35
80,6
19,4
AMAPÁ
61
38
62,7
37,3
PARÁ
57
43
53,2
48,8
TOCANTINS
59
41
58,9
41,1
MARANHÃO
79
21
79,1
20,9
PIAUÍ
78
22
70,0
30,0
CEARÁ
77
23
77,4
22,6
R.G. DO NORTE
70
30
59,5
40,6
PARAÍBA
64
36
61,6
38,4
PERNAMBUCO
70
30
75,7
24,3
ALAGOAS
62
38
53,6
47,4
SERGIPE
67
33
53,6
46,4
BAHIA
70
30
70,9
29,1
MINAS GERAIS
52
48
58,4
41,6
RIO DE JANEIRO
55
45
60,4
39,5
















  

FONTE : TSE.

Olhando os dados OFICIAIS, vê-se que o chororô tucano é falso. Eles avançaram no AM, PE, MG e RJ, que representam 25,0% do eleitorado e recuaram no PA, PI, RN, AL e SE, que, somados formam 9,2% do eleitorado.
O mapa eleitoral brasileiro pouco mudou entre 2010 e 2014, e houve certamente um avanço da votação tucana, que manteve boa votação nos estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste, mas Dilma não teve grandes perdas de votos no Centro-Oeste, conseguiu estancar a perda de votos no Rio Grande do Sul e Espírito Santo e venceu nos dois dos três maiores colégios eleitorais do Brasil.
Quem deu a vitória a Dilma? Certamente não foram os que votaram nos tucanos e provavelmente, muito provavelmente os brasileiros de norte a sul que votaram em Dilma, mas acho que é necessário uma “profunda investigação científica” para confirmar isso.
O fato é que foi uma eleição acirrada e que os tucanos, ao invés de ficarem no mi-mi-mi e apoiando as manifestações de ódio, deveriam se debruçar sobre os votos de todo Brasil e ver onde erraram.
No mais é, conforme já disse uma vez o tucano FHC, nhém-nhém-nhém de quem perdeu.

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions