Universidades com Dilma: comunidades da UFRN e UFABC manifestam apoio à petista

14 de outubro de 2014

Falei com a revista Forum a respeito da manifestação na UFRN e do porque as comunidades acadêmicas preferem Dilma.

Na Revista Forum



No Rio Grande do Norte, um ato na segunda-feira (13) reuniu cerca de 2 mil pessoas vestidas de vermelho. E, em São Paulo, um manifesto assinado por integrantes da UFABC destaca as transformações ocorridas nos últimos anos nas universidades federais

Ontem (13), cerca de 2 mil pessoas vestidas de vermelho – entre estudantes, professores e servidores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – se reuniram para demonstrar apoio à presidenta e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT). A universidade é mais uma a aderir à campanha da petista no segundo turno.

O professor Daniel Dantas estudou na UFRN e hoje dá aula de Jornalismo na Universidade Federal do Ceará (UFC). Ele afirma que, para a comunidade acadêmica, são nítidos os avanços realizados nos últimos 12 anos, quando comparados à gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. “Eu era aluno de graduação durante o governo tucano de FHC. As universidades federais eram depreciadas, mal equipadas, sem investimento. Não tínhamos estímulo à pesquisa ou extensão. Era difícil para os alunos pensarem em iniciação científica ou pesquisa por não haver sequer bolsas”, relembra.

Dantas ressalta que, durante esse período, era comum ver mestres e doutores tendo que sair do país para desenvolver suas pesquisas. Para ele, a situação começou a mudar por volta de 2003. “Naquele ano, no governo Lula, as bolsas de pós-graduação receberam o primeiro aumento em oito anos. A tônica dos governos do PT foi equipar as universidades, estimular pesquisa e pós-graduação, que foram inclusive interiorizadas e retiradas seu enfoque exclusivamente do centro-sul”, afirma. De acordo com Dantas, a medida foi importante principalmente para as universidades do Nordeste do país, que passaram a ter uma atenção especial.

Essa é também a opinião do professor Giorgio Romano, do curso de Relações Internacionais da Universidade Federal do ABC (UFABC). Ele destaca que a proposta apresentada pelos governos do PSDB às universidades federais era totalmente diferente da atual. “Hoje, é uma política que procura unir excelência e inclusão social. Essa é a nossa batalha diária”, observa.

Romano cita como exemplo as cotas raciais e também aquelas voltadas a alunos de escolas públicas, que trouxeram mais pluralidade para o ambiente acadêmico. Como prova da adesão de grande parte da UFABC à campanha de Dilma, ele destaca que os principais líderes da recente greve na universidade assinaram um manifesto de apoio à presidenta. Para o professor, apesar de todas as reivindicações, eles avaliaram ser este o melhor projeto para que as conquistas do ensino superior no Brasil possam ter continuidade.

Confira, na íntegra, o documento divulgado por membros da UFABC, em favor da reeleição de Dilma Rousseff:


Manifesto de Apoio à Reeleição de Dilma Rousseff Em Defesa da Universidade Pública
Dentre as inúmeras transformações sociais pelas quais o Brasil está passando, destaca-se o investimento na educação pública. Nos últimos anos, o investimento público direto médio por estudante, considerados a educação básica e o ensino superior, cresceu 500%, em valores nominais: passou de R$ 970 em 2000 para R$ 4.916 em 2011. No ensino superior, especificamente, foram construídas 18 novas Universidades Federais e o número de matriculados mais do que dobrou. É evidente que ainda há um longo caminho para alcançarmos um patamar de equidade, diversidade e excelência no ensino superior.
Reconhecemos, contudo, que nos últimos anos avançamos nessa direção. Além disso, a alternativa que se apresenta propõe a reedição de um modelo que todos bem conhecemos e que representou o sucateamento e o corte de recursos para as universidades públicas.
Para além das políticas para o ensino público superior, sabemos que o momento é de escolha por dois modelos distintos de Estado e de agenda de políticas públicas. E por defendermos políticas que priorizem, entre outras questões, a redução das desigualdades econômicas e sociais é que nós, professores (as) da UFABC abaixo assinados, subescrevemos esse manifesto em apoio à reeleição de Dilma Rousseff.
• Adalberto Azevedo
• Ana Carolina Boero
• Ana Keila Pinezi
• Anapatrícia Vilha
• André Cravo
• André Luís da Silva
• André Luiz Brandão
• Andrea Paula dos Santos
• Anne Cristine Chinellato
• Annibal Hetem Jr
• Antonio S Kimus Braz
• Arilson Favareto
• Armando Caputi
• Camila Dias
• Carolina Moutinho Duque de Pinho
• Cláudia Paiva
• Cláudio Penteado
• Claudinei Biazoli
• Cristian Favio Coletti
• Cristina Fróes de Borja Reis
• Dácio Matheus
• Daniel Miranda
• Daniel Pansarelli
• Daniel Zanetti de Florio
• Danilo Freitas Ramalho da Silva
• Edson Pimentel
• Eduardo Gueron
• Ercilio Silva
• Everaldo Venancio
• Fernanda Graziella Cardoso
• Fernando Mattos
• Fernando Rocha Nogueira
• Flamarion Caldeira Ramos
• Flávia Feitosa
• Francisco Comaru
• Gabriela Lotta
• Gerardo Silva
• Gilberto Maringoni
• Gilberto Martins
• Gilson Lameira de Lima
• Giorgio Romano
• Gisele Ducati
• Guiou Kobayashi
• Gustavo Dalpian
• Igor Fuser
• Ilma Marques
• Itana Stiubiener
• Jair Donadelli Jr
• Jeroen Klink
• Jeroen Schoenmaker
• João Carlos da Motta Ferreira
• Jorge Tomioka
• José Blanes Sala
• José Fernando Rey
• José Paulo Guedes
• Karin Moreira
• Kátia Canil
• Leonardo Freire de Mello
• Luciana Travassos
• Luciana Zaterka
• Luís Roberto de Paula
• Luiz Martins
• Luiz Rozante
• Marcelo Reyes
• Marcos Pó
• Maria das Graças Bruno Marietto
• Maria de Lourdes Fonseca
• Maria Gabriela Marinho
• Mariana Mencio
• Marilia M.Pisani
• Maurício Lima
• Monica Yukie Kuwahara
• Miriam Madureira
• Muryatan Barbosa
• Neusa Serra
• Paris Yeros
• Paula Tiba
• Rafael Grisi
• Rafael Ribeiro Dias Vilela de Oliveira
• Ramon Garcia Fernandez
• Raphael Yokoingawa de Camargo
• Regina Reis
• Ricardo Moretti
• Rosana Denaldi
• Sandra Cruz
• Sandra Momm
• Sérgio Amadeu
• Sérgio Henrique Ferreira de Oliveira
• Sidney Jard
• Silvana Zioni
• Silvia Passarelli
• Simone Freitas
• Sônia Maria Malmonge
• Tatiana Ferreira
• Thiago Fonseca Morello
• Vanessa Elias de Oliveira
• Vitor Marchetti
• Vitor Schincariol
• Wagner Tanaka Botelho
• Wesley Góis
• Yossi Zana

 
De olho no discurso © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions